04 maio, 2006

Mãe


Aqui deixo um poema que a minha filha Sara me ofereceu:






Mãe

Tens flores nos olhos

às vezes molhados

Luas brancas no peito

às vezes aflito

Dez estrelas nas mãos

que me abraçam

e aquecem

como um cobertor de carinho.

Quando ouço o teu coração bater

faço de conta

que sou um passarinho pequenino

dentro do ninho.



Sara, 9 anos
Enviar um comentário