09 julho, 2013

Hoje...



... faço 45 anos!
É uma sensação estranha. Olhando para trás parece que o tempo não passou, parece que ainda ontem tinha as minhas filhas bebés nos braços, que há poucas semanas tinha 20 e picos e que estava a começar a projectar a vida ao lado do meu amor, que aqui há uns meses era uma adolescente feliz, louca e rebelde e que, não há muito tempo atrás, era uma criança que adorava andar aos ombros do papá e de mão dada com a mamã...
Onde, em que parte da nossa vida se perde a vontade de crescer mais, de ser mais velho? Mas é... durante muito tempo há uma ânsia louca de ser mais velha, de ser crescida, de atingir certos objectivos, mas chega a uma altura em que olhamos o tempo que já passou e nos apetece meter um travão, ir com mais calma, começar, finalmente, a apreciar cada momento, cada segundo! Pelo menos é o que está a acontecer comigo: perdi a pressa, quero apreciar a viagem, ver com calma a paisagem, absorver tudo o que está à minha volta!
Que venham mais 45... mas devagarinho, sem pressas e cobertos de alegria!






Enviar um comentário